Os que seguem a JESUS

06 janeiro 2011

Sede vós, pois, perfeitos

“Sede vós, pois, perfeitos, como é perfeito o vosso Pai, que está nos céus” (Mateus 5.48).


As ordens do Senhor devem sempre ser obedecidas, e Ele jamais pediria que fôssemos perfeitos se isso não fosse possível. Quem é inteligente e deseja vencer as batalhas da vida deve aprender que pesa, sobre todos os mandamentos de Deus, a obrigação de chegarmos à perfeição, assim como Jesus chegou. Ele é perfeito em tudo: no pensar, no falar, no agir, no amar e no cumprir de Suas promessas. Jamais o Senhor foi ou será imperfeito.
Jesus disse que provamos que O amamos ao guardarmos Seus mandamentos (João 14.15,21), o que temos de fazer com perfeição. Por isso, não podemos agir de qualquer maneira e esperar que Ele cumpra o que prometeu, embora Ele nos ame antes mesmo de nós O amarmos (1 João 4.19). Então, analise se você tem obedecido ao que o Senhor ordena, como tem agido diante do que Ele promete ou quando repreende alguma atitude. Até aceitar a repreensão do Senhor e deixar o mau caminho são atitudes que devem ser tomadas de todo o coração, com perfeição.
Pela exatidão das palavras de Jesus, vemos que o modo como fazemos a obra de Deus conta muito, já que Ele não aceita que sejamos imperfeitos em executar a missão destinada a nós. O homem de Deus precisa ser como aqueles 300 de Gideão, que beberam a água como os cães o fazem (Juízes 7.7). Apenas os que se rendem completamente ao Espírito de Deus são aprovados para as batalhas do Senhor. Portanto, examine-se e veja se tem feito um esforço para realizar com louvor o que lhe é confiado. Se tem agido diferente, é melhor se consertar, aprimorando a maneira de proceder na obra de Deus.
Para o Senhor, nossa palavra tem de ser sim, sim e não, não, pois o que passa disso é de procedência maligna (Mateus 5.37). Isso significa que não devemos participar de nada que vem do inimigo; em vez disso, devemos ser como Jesus, o qual afirmava que o diabo não tinha nada nEle (João 14.30). Se Satanás encontrar uma brecha em sua vida, por menor que seja, usará suas garras, e você padecerá muito. Portanto, examine seus pensamentos, desejos e suas vontades, e analise aquilo em que crê. Se houver algo do maligno, peça perdão e corrija seu comportamento. O homem se torna servo daquele a quem obedece.
Pela Palavra, aprendemos também que devemos ser imitadores de Jesus (1 Coríntios 11.1), porque Ele nos quer sob Seu domínio, em perfeição, fazendo Sua vontade, como Ele faria se estivesse em nosso lugar. Então, quando você orar para reivindicar algo que a Escritura promete, não o faça com o coração dividido, mas, sim, com todas as suas forças, com coragem e disposição, de modo perfeito.
Quem agir por conta própria não será bem-sucedido, e Deus Se agrada com nosso sucesso. Além disso, se, em alguma de nossas decisões ou ações, não formos perfeitos, não estaremos agradando a Deus. Ele fica feliz em nos ver agindo como Ele.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prov.11/28 Uma vida dedicada às coisas materiais é morta, um tronco cortado; Uma vida moldada por Deus é uma árvore florescente.
Jesus te ama
e eu também te amo.