Os que seguem a JESUS

27 novembro 2010

È Pecado comemorar o natal?

Colocar árvores dentro de casa, enfeitar a residência com enfeites natalinos? A resposta para esta pergunta pode ser tanto sim, quanto não, é preciso antes, entendermos o verdadeiro significado do natal, antes de responder a estas perguntas.

O verdadeiro significado do natal é comemorar o nascimento de Cristo, ou seja, não é pecado, é algo que o verdadeiro cristão deve comemorar todos os dias. Pois o nascimento e a morte de Cristo trouxeram à humanidade a salvação, ele levou sobre si nossas dores. Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados. (Isaías 53:5)

Vinte cinco de dezembro pode não ser o dia que Jesus Cristo nasceu (como afirmam muitos historiadores), mas, é o dia em que os países cristãos escolheram para comemorar seu nascimento. Não há pecado algum comemorar esta data, o cristão pode sim enfeitar seu lar e prepara-lo para fazer neste dia uma verdadeira festa, um momento especial de união das famílias (projeto de Deus). È preciso tomar cuidado para que em meio a tantos preparativos o homenageado da festa ( Jesus Cristo) não seja esquecido.

Outro cuidado que devemos tomar é não trazer para a festa cristã símbolos pagão tais como o lendário “Papai Noel” que tenta ofuscar a maior importância do Natal que é Jesus Cristo, além de divulgar e trazer em si uma mentira. Devemos ensinar as nossas crianças que “papai Noel” é uma fábula pagã e aproveitar a comemoração para contar a elas a história de Jesus e o plano divino da Salvação.

Enfeitar a casa ou não é uma opção pessoal de cada Cristão. E passa a ser pecado quando se idolatra a data e os objetos natalinos e se esquece de Cristo e seus mandamentos. Portanto, meus amados, fugi da idolatria (I Corintios 10:14). Muitos argumentam que os enfeites e árvores possuem simbologias satânicas. Quanto a isto desconheço a veracidade destas informações. Porém os símbolos só possuem valor quando nos apegamos ao que ele representa. Se você enfeita sua casa com fé para homenagear o Rei dos reis e Senhor dos Senhores, sem dúvida não está pecando.

Medite no trecho bíblico abaixo, e que o Espírito Santo possa falar melhor aos vossos corações, irmãos leitores.

Tens tu fé? Tem-na em ti mesmo diante de Deus. Bem-aventurado aquele que não se condena a si mesmo naquilo que aprova. Mas aquele que tem dúvidas, se come está condenado, porque não come por fé; e tudo o que não é de fé é pecado. (Romanos 14:22-23)





Tempo de Avivamento


Pra. Edileusa Feliciano



Quem realmente te Ama ?


Uma certa mulher encontrava-se em grande aflição, distante de seu marido. Então procurou suavizar aquela provação na ternura de seu filhinho de apenas quatro anos de idade. Tendo o chamado, enconstou sua face à dele e perguntou: Diz querido, quem é que gosta da mamãe ??? Esperando a habitual resposta: É o Guilherme mas, em vez disso, ele respondeu: É o Senhor Jesus mamãe; Ele te ama mais do que ninguém !!!
Era exatamente o que ela precisava ouvir, assim como todas as almas angustiadas.

Na maioria das vezes esperamos no amor dos nossos filhos, esposos e esposas, amigos, irmãos, enfim, das pessoas mas há alguém que te ama mais do que todos.
Talvez seja exatamente isso que você precisava ouvir hoje: JESUS TE AMA!!!

Hoje e sempre tenha um feliz final de semana com Jesus.Néa

10 novembro 2010

A verdade o libertará

A salvação é recebida através da graça. É um dom de Deus.

Efésios 2:8-9

“Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus; não vem das obras, para que ninguém se glorie.”


Será que a graça anula a lei de Deus?

Romanos 3:31

“Anulamos, pois, a lei pela fé? De modo nenhum; antes estabelecemos a lei?

A graça de Deus é a nossa esperança.

Neemias 9:31

“Contudo pela tua grande misericórdia não os destruíste de todo, nem os abandonaste, porque és um Deus clemente e misericordioso.”


A graça de Deus faz com se seja possível que nos salvemos.

Efésios 1:7-8

“Que ele fez abundar para conosco em toda a sabedoria e prudência, fazendo-nos conhecer o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito, que nele propôs.”


A graça de Deus é paciente.

Romanos 2:4

“Ou desprezas tu as riquezas da sua benignidade, e paciência e longanimidade, ignorando que a benignidade de Deus te conduz ao arrependimento?”