Os que seguem a JESUS

27 setembro 2010

“Montanha Difícil”

“Numa determinada floresta havia 3 leões.

Um dia o macaco, representante eleito dos animais súditos, fez uma reunião com toda a bicharada da floresta e disse:
- Nós, os animais, sabemos que o leão é o rei dos animais, mas há uma dúvida no ar: existem 3 leões fortes.

Ora, a qual deles nós devemos prestar homenagem? Quem, dentre eles, deverá ser o nosso rei?

Os 3 leões souberam da reunião e comentaram entre si:

- É verdade, a preocupação da bicharada faz sentido, uma floresta não pode ter 3 reis, precisamos saber qual de nós será o escolhido.

Mas como descobrir?

Essa era a grande questão: lutar entre si eles não queriam, pois eram muito amigos. O impasse estava formado.

De novo, todos os animais se reuniram para discutir uma solução para o caso.

Depois de usarem técnicas de reuniões do tipo brainstorming, etc…eles tiveram uma idéia excelente.

O macaco se encontrou com os 3 felinos e contou o que eles decidiram:

- Bem, senhores leões, encontramos uma solução desafiadora para o problema.

A solução está na Montanha Difícil.

- Montanha Difícil? Como assim?

- É simples, ponderou o macaco.

Decidimos que vocês 3 deverão escalar a Montanha Difícil.

O que atingir o pico primeiro será consagrado o rei dos reis.

A Montanha Difícil era a mais alta entre todas naquela imensa floresta.

O desafio foi aceito.

No dia combinado, milhares de animais cercaram a Montanha para assistir a grande escalada.

O primeiro tentou. Não conseguiu. Foi derrotado.

O segundo tentou. Não conseguiu. Foi derrotado.

O terceiro tentou. Não conseguiu. Foi derrotado.

Os animais estavam curiosos e impacientes, afinal, qual deles seria o rei, uma vez que os 3 foram derrotados?

Foi nesse momento que uma águia sábia, idosa na idade e grande em sabedoria, pediu a palavra:

- Eu sei quem deve ser o rei!!! Todos os animais fizeram um silêncio de grande expectativa.

- A senhora sabe, mas como? Todos gritaram para a Águia.

- É simples, confessou a sábia águia, eu estava voando entre eles, bem de perto e, quando eles voltaram fracassados para o vale, eu escutei o que cada um deles disse para a montanha.

O primeiro leão disse: – Montanha, você me venceu!

O segundo leão disse: – Montanha, você me venceu!

O terceiro leão também disse: – Montanha, você me venceu, por enquanto! Mas você, montanha, já atingiu seu tamanho final, e eu ainda estou crescendo.

- A diferença, – completou a águia, – é que o terceiro leão teve uma atitude de vencedor diante da derrota e quem pensa assim é maior que seu problema: É rei de si mesmo.

Os animais da floresta aplaudiram entusiasticamente ao terceiro leão que foi coroado rei entre os reis.”

Obstáculos? Desafios? Problemas?

Todos temos e todos teremos!!

“E quem não toma a sua cruz, e não segue após mim, não é digno de mim.” (Mt 10,38)

Cabe a nós escolher se eles vão ser ponto de parada ou mais um degrau para subirmos e chegarmos mais perto do Céu!


21 setembro 2010

Salvação

Porque pela graça sois salvos, por meio da fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus; não vem das obras, para que ninguém se glorie.
(Efésios 2:8)

VOCÊ TEM PROCURADO RESPOSTAS PARA AS QUESTÕES MAIS COMPLICADAS DA VIDA?

Nos próximos momentos, você pode encontrar perdão, um relacionamento pessoal com Deus, paz, liberdade da culpa, sabedoria e o plano do Pai para a sua vida.

Quais são os passos que você deve seguir para descobrir essas respostas vitais?

PASSO 1: Entenda que o desejo de Deus para você é vida, abundante e eterna.

A Bíblia declara: "Eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância." (João 10:10).

Dar a você uma vida abundante exigiu o sacrifício supremo: "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. " (João 3:16).

Deus deseja companheirismo e amizade com você!

Que presente maravilhoso o Pai tem dado, contudo, se Deus entregou seu próprio Filho para prover uma vida abundante e eterna, por que mais pessoas não têm o que Ele projetou para recebermos? Essa é uma questão respondida sobriamente por este trabalho.

PASSO 2: Perceba que você está separado de Deus.

Há um abismo entre Deus e a raça humana. Ele preparou um meio para recebermos uma vida abundante e eterna, mas as pessoas, de todas as épocas, têm feito escolhas egoístas de desobedecer ao Deus Todo Poderoso. Essas escolhas continuam provocando uma separação do Pai.

A Palavra de Deus nos mostra que o resultado do pecado é a morte. Ele diz em Sua Palavra: "Há um caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte” (Provérbios 14:12).

E Deus também diz, "Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o Seu rosto de vós, para que não vos ouça.” (Isaías 59:2).

O apóstolo Paulo declara em Romanos 3:23, "Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus”.

E em Romanos 6:23 nós lemos "Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor”.

Todo homem foi criado com a capacidade e a necessidade de conhecer Deus e relacionar-se com Ele.

Agostinho, um ministro que viveu durante os séculos XIV e XV, chamou esse desejo em cada um de nós de “o vazio com o formato de Deus”.

Todo dia nós ouvimos de pessoas que são ricas, famosas ou super atletas — pessoas que parecem ter o melhor que a vida oferece — mas ainda tentam encher esse vazio de suas vidas com “coisas.” Eles até tentam com boas obras, moralidade e religião, mas permanecem vazios, pois só Deus, pelo Seu Filho, pode preencher essa necessidade interior.

PASSO 3: Aceite o fato de que Deus preparou apenas uma solução para o pecado e para a separação Dele.

Jesus Cristo, Seu Filho, é o único caminho para Deus. Somente Ele pode nos reconciliar com o Deus Pai.

O ser humano pode procurar outras soluções e adorar outros deuses, mas Jesus Cristo, sozinho, morreu na Cruz por nossos pecados e subiu em triunfo sobre a sepultura e a morte eterna. Ele pagou o preço pelo seu pecado e preencheu o abismo entre Deus e a humanidade.

A Bíblia declara: "Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.” (Romanos 5:8).

É-nos dito, também: “Porque também Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus” (1 Pedro 3:18).

Há apenas um caminho disponível: “Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem.” (1 Timóteo 2:5).

Em João 14:6 lemos: “Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.”

O Deus Todo Poderoso preparou o único caminho. Jesus Cristo pagou o preço por nosso pecado e rebelião contra Deus morrendo na cruz, derramando Seu sangue e levantando da morte para justificar e reconciliar você de volta com Deus, o Pai.

PASSO 4: Renda-se a Jesus Cristo como Salvador e Senhor.

Você pode ser levado de volta a Deus e ter seu relacionamento com Ele restaurado ao confiar em Cristo unicamente para salvar sua vida da destruição. Que incrível mudança: O Seu pior pelo Melhor de Deus!

Esse passo ocorre pedindo a Jesus Cristo que leve o seu pecado e venha para seu coração como Senhor e Salvador.

O Trabalho de Deus é bem claro: “Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.” (Apocalipse 3:20).

E a Bíblia nos conta, "A saber: Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo." (Romanos 10:9)

Há alguma boa razão para você não se entregar a Jesus Cristo, em seu coração, bem agora?

Você está disposto a deixar seus fardos e pecados?

Você está disposto a mudar de direção e se arrepender de seus pecados?

Você está disposto a se render a Jesus Cristo, agora, como seu Senhor e Salvador?

PASSO 5: Ore para receber Jesus Cristo em sua vida.

Neste momento, você pode fazer a oração mais importante de sua vida, simplesmente dizendo:

Querido Senhor Jesus, Eu creio que o Senhor é o Filho de Deus. Eu creio que o Senhor veio à Terra 2.000 anos atrás. Eu creio que o Senhor morreu por mim na cruz e derramou seu sangue para minha salvação. Eu creio que o Senhor ressuscitou dos mortos e ascendeu às alturas. Eu creio que o Senhor vai retornar à Terra. Querido Jesus, eu sou um pecador. Perdoe meus pecados. Limpe-me agora com Seu sangue precioso. Venha ao meu coração. Salve a minha alma agora mesmo. Eu te entrego minha vida. Eu O recebo agora como meu Salvador, meu Senhor e meu Deus. Eu sou Seu para sempre e vou servi-Lo e segui-Lo por todos os meus dias. A partir de agora, eu pertenço ao Senhor somente. Eu já não mais pertenço a este mundo, nem ao inimigo da minha alma. Eu pertenço ao Senhor e eu tomo posse agora do meu novo nascimento. Amém!

Fazendo essa oração, confessando seus pecados e se entregando a Jesus Cristo em seu coração, Deus dá a você o direito de se tornar Seu filho. A Bíblia lhe dá essa segurança: "Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome”. (João 1:12).




17 setembro 2010

A Disciplina livra a criança da morte

Pv.23:13 diz que a disciplina como a vara não matará a criança. Muito pelo contrário.
Poupará a sua vida de uma morte prematura ( Pv.19:18 ) e possivelmente de uma eternidade no inferno: "Tu a fustigarás com a vara e livrará a sua alma do inferno" Pv. 23:14.
Disciplina sempre visa o bem estar do filho.


Não visa punição, mas criação.O fruto de disciplina dos filhos é um lar tranqüilo - "Corrige o teu filho, e te dará descanso, dará delícias a tua alma" Pv.29:17.

Quem não quer ter filhos sob controle?


Quem não quer ter paz no lar?


A correção agora, mesmo que custe e cause dor, trará inúmeros benefícios aos pais e ao filho. Que alvo desejável!


Que princípio encorajador!


Vale a pena, papai! Vale a pena, mamãe!


Corrijam agora, e recebam descanso depois.

Pv.23:13 diz que a disciplina como a vara não matará a criança.

Muito pelo contrário. Poupará a sua vida de uma morte prematura ( Pv.19:18 )


e possivelmente de uma eternidade no inferno: "

Tu a fustigarás com a vara e livrará a sua alma do inferno" Pv. 23:14.

Disciplina sempre visa o bem estar do filho. Não visa punição, mas criação.

O fruto de disciplina dos filhos é um lar tranqüilo -


"Corrige o teu filho, e te dará descanso, dará delícias a tua alma" Pv. 29:17.

Quem não quer ter filhos sob controle? Quem não quer ter paz no lar?

A correção agora, mesmo que custe e cause dor, trará inúmeros benefícios aos pais e ao filho.

Que alvo desejável! Que princípio encorajador! Vale a pena, papai!

Vale a pena, mamãe! Corrijam agora, e recebam descanso depois.

Princípios de Disciplina:

1 - Disciplina segue instrução clara e objetiva.

2 - É uma expressão de amor.

3 - Tem de ser administrada com diligência e coerência.

4 - Não deve machucar ou ferir a criança, mas causar uma certa dor temporária.

5 - Disciplina visa restauração e correção, não punição.

6 - Deve incluir o uso da vara, embora outras formas de,disciplina talvez sejam apropriadas em certos casos.

7 - Disciplina é necessária por causa da natureza pecaminosa da criança.

8 - Poupará a vida (alma) da criança da morte.

9 - Disciplina apropriada não prejudica a criança.

10- Dará uma vida de paz e sucesso aos pais e filhos.

Exige coragem ter filhos? Talvez, mas exige muito mais.

Exige bom senso para seguir o padrão bíblico.
Transcrição

Maria Alice


http://mariaalicevozfeminina.blogspot.com/

Quem precisa de coragem são os pais que preferem fazer as coisas "do seu jeito", ignorando o conselho claro da Palavra de Deus.

15 setembro 2010

ENTREVISTA COM DEUS

Sonhei que tinha marcado uma entrevista com DEUS.
- "Entre!", falou DEUS: "Então, você gostaria de Me entrevistar?".
- "Se Você tiver um tempinho", disse eu. DEUS sorriu e falou:
- "Meu tempo é eterno, suficiente para fazer todas as coisas. Que
perguntas você tem em mente?"
- "Quais as coisas que mais O surpreendem na humanidade?", perguntei.
E DEUS respondeu:
-"Que se aborreçam de ser crianças e queiram logo crescer e aí, desejem
ser crianças outra vez.
Que desperdicem a saúde para fazer dinheiro e aí percam dinheiro para
restaurar a saúde.
Que pensem ansiosamente sobre o futuro, esqueçam o presente e, dessa
forma não vivam nem o presente, nem o futuro.
Que vivam como se nunca fossem morrer e que morram como se nunca
tivessem vivido".

Em seguida, a mão de DEUS segurou a minha e por um instante ficamos
silenciosos; então eu perguntei:
-"Como PAI, quais as lições de vida que VOCÊ quer que SEUS filhos
aprendam?"

Com um sorriso, DEUS respondeu:

-"Que aprendam que não podem fazer com que ninguém os ame. O que podem
fazer é que se deixem amar.
Que aprendam que o mais valioso não é o que têm na vida, mas quem têm
na vida.
Que aprendam que não é bom se compararem uns com os outros. Todos
serão julgados individualmente sobre seus próprios méritos, não como
um grupo na base da comparação!
Que aprendam que uma pessoa rica não é a que tem mais, mas a que precisa
menos.
Que aprendam que só é preciso alguns segundos para abrir profundas feridas
nas pessoas amadas e que é necessário muitos anos para curá-las.
Que aprendam a perdoar, praticando o perdão.
Que aprendam que há pessoas que os amam muito, mas que simplesmente não
sabem como expressar ou demonstrar seus sentimentos.
Que aprendam que dinheiro pode comprar tudo, exceto felicidade.
Que aprendam que duas pessoas podem olhar para a mesma coisa e vê-la
totalmente diferente.
Que aprendam que um amigo verdadeiro é alguém que sabe tudo sobre eles e
gosta deles mesmo assim.
Que aprendam que não é suficiente que eles sejam perdoados, mas que se
perdoem a si mesmos".

Por um tempo, permaneci sentado, desfrutando aquele momento.

Agradeci a ELE pelo SEU tempo e por todas as coisas que ELE tem feito
por mim e pela minha família.

ELE respondeu:
- "Não tem de quê. Estou sempre aqui, 24 horas por dia. Tudo o que você
tem a fazer é chamar por mim e EU virei. Você pode esquecer o que eu disse.
Você pode esquecer o que eu fiz, mas você jamais esquecerá como eu te fiz
sentir com essas palavras. Então, por favor, arranje um tempo para passar
isto que escrevi para aqueles de quem você gosta."

E eu arranjei.

Sonhos !

“Havia, numa cidade, três pequenas árvores que sonhavam o que seriam depois de grandes.

A primeira, olhando as estrelas, disse:

- Eu quero ser o baú mais precioso do mundo, cheio de tesouros. Para tal, até me disponho a ser cortada.

A segunda olhou para o riacho e suspirou:

- Eu quero ser um grande navio para transportar reis e rainhas.

A terceira árvore olhou o vale e disse:

- Quero ficar aqui no alto da montanha e crescer tanto, mas tanto, que as pessoas, ao olharem para mim, levantem seus olhos e pensem em Deus.

Muitos anos se passaram e certo dia vieram três lenhadores e cortaram as três árvores, todas ansiosas em serem transformadas naquilo que sonhavam.

Mas lenhadores não costumam ouvir e nem entender sonhos… Que pena!

A primeira árvore acabou sendo transformada num coxo de animais, coberto de feno. A segunda virou um simples e pequeno barco de pesca, carregando pessoas e peixes todos os dias. E a terceira, mesmo sonhando em ficar no alto da montanha, acabou cortada em grossas vigas e colocada de lado num depósito.

E todas as três se perguntavam desiludidas e tristes: “- Para que isso?”

Mas, numa certa noite, cheia de luz e de estrelas, onde havia mil melodias no ar, uma jovem mulher colocou seu bebê recém nascido naquele coxo de animais. E, de repente, a primeira árvore percebeu que continha o maior tesouro do mundo.

A segunda árvore, anos mais tarde, acabou transportando um homem que acabou dormindo no barco, e, no meio de uma tempestade, quando o estavam quase afundando, o homem levantou e disse ao mar revolto: “Paz!”. Num relance, a segunda árvore entendeu que estava carregando o Rei dos Céus e da Terra.

Tempos mais tarde, numa sexta-feira, a terceira árvore espantou-se quando suas vigas foram unidas em forma de cruz e um homem foi pregado nela, pois fora condenado à morte, mesmo sendo inocente.

Logo, sentiu-se horrível e cruel. Mas no domingo, o mundo vibrou de alegria e a terceira árvore entendeu que nela havia sido pregado um homem para salvação da humanidade, e que as pessoas sempre se lembrariam de Deus e de Seu Filho Jesus Cristo ao olharem para ela.”



A gente planeja, sonha, faz planos, acha que sabe exatamente como vai ser. Cada passo, cada coisa e Deus nessa história, e a vontade Dele, será que a minha é a mesma?

Muitas vezes sonhamos diferentemente de Deus, queremos coisas para as quais ainda não estamos prontos. Deus sabe a hora e o lugar, o tempo propício.

Se entregarmos nossas vidas e vontades nas mãos do Senhor Altíssimo, tudo Ele fará. Não tenhamos dúvidas. “Todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam Deus” (Rm 8,28).

O plano de Deus inclui filhos felizes, mas, quem falou que para ser feliz não vale a pena sofrer um pouco. Acredito e dou testemunho que sim!!

Tentemos abandonar nossos próprios desejos, que muitas vezes nos levam ao mal, e abandonemo-nos nos braços do Senhor.

As qualidades !

“O menino olhava a avó escrevendo uma carta. A certa altura, perguntou:

- Você está escrevendo uma história que aconteceu conosco? E por acaso, é uma história sobre mim?

A avó parou a carta, sorriu, e comentou com o neto: – Estou escrevendo sobre você, é verdade. Entretanto, mais importante do que as palavras, é o lápis que estou usando. Gostaria que você fosse como ele, quando crescesse.

O menino olhou para o lápis, intrigado, e não viu nada de especial.

- Mas ele é igual a todos os lápis que vi em minha vida!

- Tudo depende do modo como você olha as coisas. Há cinco qualidades nele que, se você conseguir mantê-las, será sempre uma pessoa em paz com o mundo.

Primeira qualidade: você pode fazer grandes coisas, mas não deve esquecer nunca que existe uma Mão que guia seus passos. Esta é a mão de Deus e Ele deve sempre conduzi-lo em direção à Sua vontade.

Segunda qualidade: de vez em quando eu preciso parar o que estou escrevendo e usar o apontador. Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas no final, ele está mais afiado. Portanto, saiba suportar algumas dores, porque elas o farão ser uma pessoa melhor.

Terceira qualidade: o lápis sempre permite que usemos uma borracha para apagar aquilo que estava errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é necessariamente algo mau, mas algo importante para nos manter no caminho da justiça.

Quarta qualidade: o que realmente importa no lápis não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro. Portanto, sempre cuide
daquilo que acontece dentro de você.

Finalmente, a quinta qualidade do lápis: ele sempre deixa uma marca. Da mesma maneira, saiba que tudo que você fizer na vida irá deixar traços, e procure ser consciente de cada ação.”

.......Ver jovens aos pés do Senhor é muito lindo e muito tocante, mas sabemos que a conversão tem que ser verdadeira e constante.

Essa história nós remete à nossa vida de caminhada, as qualidades do lápis definem como devemos viver… Principalmente, sendo guiados pela mão do Pai.

03 setembro 2010

A pedra no caminho

“Conta-se a lenda de um rei que viveu num país de além-mar há muitos anos. Ele era muito sábio e não poupava esforços para ensinar bons hábitos a seu povo. Freqüentemente fazia coisas que pareciam estranhas e inúteis; mas tudo que fazia era para ensinar o povo a ser trabalhador e cauteloso.
- Nada de bom pode vir a uma nação – dizia ele – cujo povo reclama e espera que outros resolvam seus problemas. Deus dá as coisas boas da vida a quem lida com os problemas por conta própria.

Uma noite, enquanto todos dormiam, ele pôs uma enorme pedra na estrada que passava pelo palácio. Depois foi se esconder atrás de uma cerca, e esperou para ver o que acontecia.

Primeiro veio um fazendeiro com uma carroça carregada de sementes que ele levava para moagem na usina.
- Quem já viu tamanho destino? – disse ele contrariadamente, enquanto desviava sua parelha e contornava a pedra. – Por que esses preguiçosos não mandam retirar essa pedra da estrada? – E continuou reclamando da inutilidade dos outros, mas sem ao menos tocar, ele próprio, na pedra.

Logo depois, um jovem soldado, veio cantando pela estrada. A longa pluma do seu quepe ondulava na brisa, e uma espada reluzente pendia à sua cintura. Ele pensava na maravilhosa coragem que mostraria na guerra.
O soldado não viu a pedra, mas tropeçou nela e se estatelou no chão poeirento. Ergueu-se, sacudiu a poeira da roupa, pegou a espada e enfureceu-se com os preguiçosos que insensatamente haviam largado uma pedra imensa na estrada. Então, ele também se afastou, sem pensar uma única vez que ele próprio poderia retirar a pedra.

Assim correu o dia.Todos que por ali passavam reclamavam e resmungavam por causa da pedra colocada na estrada, mas ninguém a tocava.

Finalmente, ao cair da noite, a filha do moleiro por lá passou. Era muito trabalhadora, e estava cansada, pois desde cedo andava ocupada no moinho. Mas disse a si mesma:
- Já está quase escurecendo, alguém pode tropeçar nesta pedra à noite e se ferir gravemente. Vou tirá-la do caminho.
E tentou arrastar dali a pedra. Era muito pesada, mas a moça empurrou, e empurrou, e puxou, e inclinou, até que conseguiu retirá-la do lugar. Para sua surpresa, encontrou uma caixa debaixo da pedra. Ergueu a caixa. Era pesada, pois estava cheia de alguma coisa. Havia na tampa os seguintes dizeres: “Esta caixa pertence a quem retirar a pedra.” Ela abriu a caixa e descobriu que estava cheia de ouro. A filha do moleiro foi para casa com o coração feliz.”

Pois é… Qual é a pedra que você tem que levantar hoje??

As provações virão… Ninguém disse que seria fácil a partir do momento em que você decidiu ser santo…

E o pior… Pelo menos pra nós jovens o pior serão as perdas e as esperas…

Mas, com confiança em Cristo, como o discípulo que se lança ao mar e não vai afundar, sei que chegaremos lá na frente, olharemos pra trás e diremos: “Valeu a pena!”

Confie comigo!! Só temos o que podemos suportar, nosso Deus é Bom e Fiel!


Nada te perturbe,
Nada te espante,
Tudo passa,
Deus não muda,
A paciência tudo alcança;
Quem a Deus tem
Nada lhe falta:
Só Deus basta.

“Pois minha força e vitória têm um nome, é Jesus!”

Pr. Paschoal Piragine Jr

A Marca Do Amor

Marcelinho tinha uma cicatriz no rosto, as pessoas de seu colégio não falavam com ele e nem sentavam ao seu lado, na realidade quando os colegas de seu colégio o viam franziam a testa devido à cicatriz ser muito feia.

Então a turma se reuniu com o professor e foi sugerido que aquele menino da cicatriz não frequentasse mais o colégio, o professor levou o caso à diretoria do colégio.

A diretoria ouviu e chegou à seguinte conclusão:

Que não poderia tirar o menino do colégio, e que conversaria com o menino e ele seria o último a entrar em sala de aula, e o primeiro a sair, desta forma nenhum aluno via o rosto do Marcelinho, a não ser que olhassem para trás.

O professor achou magnífica a idéia da diretoria, sabia que os alunos não olhariam mais para trás.

Levado ao conhecimento do Marcelinho da decisão ele prontamente aceitou a imposição do colégio, com uma condição:

Que ele compareceria na frente dos alunos em sala de aula, para dizer o porquê daquela CICATRIZ.

A turma concordou, e no dia Marcelinho entrou em sala dirigiu-se a frente da sala de aula e começou a relatar:

- Sabe turma eu entendo vocês, na realidade esta cicatriz é muito feia, mas foi assim que eu a adquiri: Minha mãe era muito pobre e para ajudar na alimentação de casa minha mãe passava roupa para fora, eu tinha por volta de 7 a 8 anos de idade…

A turma estava em silêncio atenta a tudo.

O menino continuou: além de mim, haviam mais 3 irmãozinhos, um de 4 anos, outro de 2 anos e uma irmãzinha com apenas alguns dias de vida.

Silêncio total em sala. -… Foi aí que não sei como, a nossa casa que era muito simples, feita de madeira começou a pegar fogo, minha mãe correu até o quarto em que estávamos pegou meu irmãozinho de 2 anos no colo, eu e meu outro irmão pelas mãos e nos levou para fora, havia muita fumaça, as paredes que eram de madeira, pegavam fogo e estava muito quente… Minha mãe colocou-me sentado no chão do lado de fora e disse-me para ficar com eles até ela voltar, pois minha mãe tinha que voltar para pegar minha irmãzinha que continuava lá dentro da casa em chama. Só que quando minha mãe tentou entrar na casa em chamas as pessoas que estavam ali, não deixaram minha mãe buscar minha irmãzinha. Foi aí que decidi. Peguei meu irmão de 2 anos que estava em meu colo e o coloquei no colo do meu irmãozinho de 4 anos e disse-lhe que não saísse dali até eu voltar. Saí de entre as pessoas, sem ser notado e quando perceberam eu já tinha entrado na casa. Havia muita fumaça, estava muito quente, mas eu tinha que pegar minha irmãzinha. Eu sabia o quarto em que ela estava. Quando cheguei lá ela estava enrolada em um lençol e chorava muito… Neste momento vi caindo alguma coisa, então me joguei em cima dela para protegê-la, e aquela coisa quente encostou-se em meu rosto…

A turma estava quieta atenta ao Marcelinho e envergonhada então o menino continuou:

Vocês podem achar esta CICATRIZ feia, mas tem alguém lá em casa que acha linda e todo dia quando chego em casa, ela, a minha irmãzinha me beija porque sabe que é marca de AMOR.

Vários alunos choravam, sem saberem o que dizerem ou fazerem, mas Marcelinho foi para o fundo da classe e imovelmente sentou-se.

Para você que leu esta história, queria dizer que o mundo está cheio de CICATRIZ.

Não falo da CICATRIZ visível, mas das cicatrizes que não se vêem, estamos sempre prontos a abrir cicatrizes nas pessoas, seja com palavras ou nossas ações.

Há aproximadamente 2000 anos JESUS CRISTO, adquiriu algumas CICATRIZES em suas mãos, seus pés e sua cabeça.

Essas cicatrizes eram nossas, mas Ele, pulou em cima da gente, protegeu-nos e ficou com todas as nossas CICATRIZES..

Essas também são marcas de AMOR.

Jesus te ama, não por quem você é, mas sim pelo que você é, e para Jesus você é a pessoa mais importante deste mundo.

Nunca se esqueça disso!